3º DIA DA NOVENA: A VOCAÇÃO DA FAMÍLIA!

Celebrou-se no dia 12 de março, terça-feira, o 3º. dia da Novena a São José, às 18h em nossa paróquia. O “Olhar fixo em Jesus: a vocação da Família” foi o tema dessa noite festiva, presidida pelo pároco, Pe. José Cláudio Teixeira. Ele foi auxiliado pela Pastoral da Acolhida e Atelier de Costura.  Após a saudação aos fiéis, o padre conduziu com alegria o hino ao Padroeiro das Famílias e a oração inicial para todos os dias. Ele continuou a novena com o anúncio da Palavra, rezada em dois coros, com a participação dos integrantes das pastorais. Depois, ele meditou com a assembleia sobre a Exortação Apostólica do Papa Francisco “Amoris Laetitia”, que aborda os ensinamentos da igreja acerca do matrimônio e da família.  Prosseguiu-se a novena com a meditação, a vivência da Palavra e logo o padre rezou, de forma alternada, a oração à Sagrada Família. No final, a assembleia aplaudiu calorosamente a imagem de São José, cujo altar estava ornamentado com flores brancas e amarelas.

A Santa Missa iniciou-se às 18h30, com as intenções lidas pela Rita de Cássia, a comentarista. Ela mencionou a importância de nossa relação com Deus através da oração. O Coral São José entoou “Vinde, alegres cantemos” na entrada da procissão que levou a Cruz, as lanternas, o estandarte de São José e o banner da Pastoral da Acolhida. Os Acólitos, os ministros da Eucaristia e Liturgia, Pastoral da Acolhida, do Atelier de Costura e o Pe. Cláudio participaram do cortejo. Membros das pastorais levaram alimentos e os colocaram no cesto perto do ambão.

Trajado em uma estola roxa, o pároco fez sua saudação fraterna aos fieis e os conduziu a cantar ao “Deus Trino”. Em seguida, Pe. Cláudio rezou a oração do dia e conduziu o ato penitencial. O Coral São José animou a assembleia a cantar “Kyrie Eleison”. Daiana fez a leitura (Isaías 55, 10-11) e o Salmo 33 foi cantado belamente pela Luciana.

No ambão da Palavra, Pe. Cláudio proclamou Mateus (6,7-15). Ele iniciou sua homilia ressaltando o dia novenário a São José, nosso padroeiro, o tema específico da “carta” do Papa sobre a vocação de cada família, que é viver o amor, a comunhão, a fraternidade, transmitir com alegria os ensinamentos de Jesus. Acrescentou que o tempo da quaresma e da novena nos incita a crescer, amadurecer, renovar a nossa fé e caminhar em direção às mudanças em nossos corações. Ele se referiu à leitura abordando que a Palavra de Deus é como a chuva que cai, “vem irrigar a terra, fazê-la germinar, dar semente para o plantio e para a alimentação”. Ele evidenciou que nossos corações devem anunciar a Palavra,  produzir bons frutos, boas obras. O pároco disse que Jesus nos ensina a rezar o Pai Nosso, nos leva a entrar no mistério de Cristo, mas ele ponderou que a qualidade de nossas orações deve prevalecer, pois essa prece é o centro de toda oração dos cristãos. Jesus nos ensinou a oração que transforma o nosso viver, nos provoca às verdadeiras transformações em nosso cotidiano, em nossas relações sociais. Ele enfatizou que nós devemos praticar os mandamentos de Jesus através de nossas ações, atitudes vivenciadas no amor, perdão, na paz, compaixão, bondade, solidariedade e caridade; enfim ele pediu a intercessão de São José para todas as famílias, que nosso padroeiro nos ajude a rezar com qualidade, a viver a fraternidade e nos aproximar cada vez mais de Deus.

Na sequência da missa, Maria Emília leu as preces da comunidade e o instante do ofertório, foi embalado por “Venho Senhor, oferecer”. Rezou-se a Oração Eucarística e o Pai Nosso; na fração do Pão, cantou-se o Cordeiro de Deus. A comunhão foi distribuída em duas espécies pelo pároco e ministros, com a ajuda da Pastoral da Acolhida. A equipe de música cantou “José, humilde artesão” e “Meu bom José” nesse momento da Eucaristia.

Antes de sua benção final, Pe. Cláudio leu os avisos paroquianos: divulgou o novenário a São José; convidou todos os fiéis para uma confraternização nas barraquinhas, que contou com o apoio dos Ministros da Eucaristia; destacou a sequência da Campanha São José e mencionou a romaria à Serra da Piedade. O presidente da celebração conduziu a assembleia a rezar uma Ave-Maria e deu uma benção especial aos fiéis, aos desempregados, às famílias, pedindo a intercessão de São José para abrir as portas de um trabalho e proteger nossas relações sociais baseadas no amor, perdão e na caridade. Nesse clima de alegria e esperança, encerrou-se uma noite festiva ao Padroeiro das Famílias com o refrão “São José a vós amor. Sede nosso bom protetor; aumentai o nosso fervor”.

Horário das Missas
  • SEG
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • TER
    • 7:00
  • QUA
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • QUI
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • SEX
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • SAB
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
  • DOM
    • 7:00
    • 8:30 *
    • 10:00 ***
    • 11:30
    • 16:00
    • 17:30
    • 19:00 **

* Missas de Catequese

** Missa de Jovem

*** Missa da Família

Veja a programação completa