SAÚDE MENTAL: QUEM CUIDA DA MENTE CUIDA DA VIDA

Não deixemos de nos preocupar com nossa saúde mental

Por saúde mental, podemos entender uma boa sensação de bem-estar emocional, de relacionamentos positivos nos diversos ambientes que vivemos, de usar nossas capacidades pessoais e nosso potencial em favor de nossos objetivos, bem como conseguimos lidar com os desafios da vida.

SAÚDE MENTAL

Muitas vezes, temos uma grande preocupação com nosso físico: com o peso a mais ou a menos, com os músculos, com nossa aparência e as roupas que vestimos, com o cabelo com esta ou aquela cor, com aquilo que conquistamos de forma material – casa, carro, bens diversos –, mas, muitas vezes, negligenciamos a importância do nosso bem-estar emocional. Vamos acumulando hábitos negativos, que vão se tornando vícios, os quais, aos poucos, prejudicam nossa saúde emocional.

Mais do que “falar” a respeito, é necessário quebrar uma barreira imensa relacionada ao que pensamos sobre o tema “saúde mental”. Ainda hoje, é muito comum entender a distância que existe entre a realidade e a necessidade de agir efetivamente com ações de saúde pública, de psicoeducação, ou seja, de educar as questões relacionadas às emoções e, especialmente, rasgar com o preconceito efetivo com relação àqueles que sofrem com problemas emocionais.

CUIDADO E PREVENÇÃO

Ainda temos muito a avançar em relação ao cuidado com a saúde mental. Já parou para pensar quanto, ainda em 2019, não é fácil assumir quando necessitamos de um acompanhamento psicológico e psiquiátrico? Quanto ainda os serviços de saúde necessitam ampliar sua rede de atendimentos? Como temos medo quando o adoecimento psíquico acontece conosco?

Os cuidados com a saúde mental podem e devem ser preventivos, ou seja, podemos em nosso dia a dia, adotar algumas atitudes que auxiliarão, e muito, em nosso bem-estar.

Olhar para nosso dia a dia é um dos caminhos: como tem sido sua vida? Consegue organizar seus horários, sua vida financeira, sua alimentação? Parece uma bobeira, mas estes são caminhos importantes para que uma vida emocional saudável.

SENTIMENTOS

Outra coisa importante é falar sobre seus sentimentos: parece que conseguimos falar sobre muitas coisas, mas falar sobre nossos estados emocionais ainda é uma barreira. Reconhecer nossos sentimentos e emoções bem como a de nossos amigos é muito importante. Por vezes, temos dificuldade para olhar o outro e reconhecer suas falas e seus gestos.

Procure ter bons amigos com quem possa conversar, partilhar sobre a vida, fazer atividades juntos. Especialmente se você vive sozinho numa cidade, afastado de sua família, uma rede de amizades pode ser um bom caminho.

MUDANÇA DE HÁBITOS

A organização dos horários é outra atitude bastante importante: como você tem dividido seu dia? Há um excesso de tarefas? Você consegue inserir a prática de uma atividade física, por mais simples que ela seja? Ter tempo para dedicar-se não apenas ao trabalho é muito importante.

Faça um equilíbrio no uso do tempo para as redes sociais. Viva as redes reais, tenha contato com o mundo fora das paredes de sua casa. Olhe mais nos olhos, abrace, preste mais atenção ao seu redor. Avançamos imensamente na área tecnológica, mas, proporcionalmente, parece que regredimos nos relacionamentos interpessoais. Quando saímos de nosso mundo, daquele cantinho fechado, conseguimos ampliar nosso olhar e, até mesmo, pedir ajuda. Não tenha medo de assumir um mal estar emocional.

Vamos agir? Precisamos quebrar certos conceitos e preconceitos a respeito da vivência das emoções. Vamos conhecer um pouco mais, entender quais motivos levam tantas pessoas a perderem o sentido para suas vidas. Problemas das mais diversas naturezas podem colaborar com nosso mal estar emocional e isso pode sim, ser melhorado, quando aceitamos aquela dificuldade e vamos ao encontro daquelas que podem nos ajudar.

É a partir da qualidade em nossa saúde mental que teremos uma caminhada saudável em todas as áreas de nossa vida, portanto, “quem cuida da mente cuida da vida”.

cancaonova.com

Horário das Missas
  • SEG
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • TER
    • 7:00
  • QUA
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • QUI
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • SEX
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • SAB
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
  • DOM
    • 7:00
    • 8:30 *
    • 10:00 ***
    • 11:30
    • 16:00
    • 17:30
    • 19:00 **

* Missas de Catequese

** Missa de Jovem

*** Missa da Família

Veja a programação completa