MARCA DA FESTA DE NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO

Às 7h, do dia 27 de junho, na Igreja São José, iniciou-se a Festa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro com uma missa presidida pelo Pe. Ronaldo, e às 8h, outra presidida pelo Pe. José Cláudio. Ao meio dia, os sinos anunciaram a terceira missa do dia presidida pelo Pe. Cláudio, que encerrou com a Bênção do Santíssimo. O clima festivo reiniciou-se às 17h com o canto do Ofício de Nossa Senhora e o terço. O ápice aconteceu às 18h, com a Concelebração Eucarística envolvendo a comunidade dos Padres Redentoristas da Igreja São José que entraram solenemente, em procissão até o altar, juntamente com a equipe litúrgica. Presidida pelo Pe. Ronaldo, em torno do altar estavam os padres José Cláudio, José Augusto, Lima, Neves, Carvalhais e o Irmão Pedro. Na acolhida, o Celebrante motiva a todos que aplaudam Nossa Senhora e, em comunhão com todos os padres redentoristas, agradeceu a todos os devotos de Maria que vieram de diversas paróquias de Belo Horizonte, homenagear a Mãe do Perpétuo Socorro.

Na primeira leitura, tirada do livro do Apocalipse “Uma mulher vestida de sol…” e no Salmo de meditação, todos repetiam: Socorrei-me, Senhor em minhas angústias. No Evangelho de João, ouvimos que junto da cruz de Jesus estava Maria sua Mãe, a padroeira das missões redentoristas. Onde chega um redentorista, lá está ela. Na cruz, Jesus disse a João: Eis aí a tua mãe. E hoje é a nós que Ele entrega de novo a sua mãe.

Padre Cláudio, em sua homilia, nos lembra que desde criança nos acostumamos a pedir à nossa mãe a sua intercessão junto do nosso pai. E é isso que repetimos quando intercedemos a Maria que leve até Jesus nossos pedidos. E Maria nos ensina a fazer o que Ele nos disser.

Nas preces comunitárias, todos repetem: Mãe do Perpétuo Socorro, socorrei-nos! Na sequência, o ofertório, Consagração, Pai nosso, Comunhão, os devotos de Maria vão expressando sua fé cantando, elevando suas preces, agradecendo até que, Maria é levada a passear, a sair em procissão para que ela possa observar a condição nossa e do entorno da Igreja e, interceder nos céus em defesa dos seus filhos. Em Maria mora um fragmento da alma daquela que sabe e que trabalha mesmo quando nós adormecemos, quando não temos plena consciência do papel que estamos desempenhando. Não há bênção maior que uma mãe possa nos dar do que uma confiança na veracidade da sua própria intuição que prevê para nós a direção mais benéfica a seguir. Ao vir aqui, na igreja, e quando fazemos festa é um jeito de alimentar nossa fé porque sem alimento, sem atividade, ela se atrofia. Não importa o problema que estejamos enfrentando, acreditem, Maria, a Mãe do Perpétuo Socorro leva uma vida escondida dentro de nós. Dela emana algo de sagrado e de “maná” que nos sustenta e nos muda espiritualmente.

Eva Queiroz

Horário das Missas
  • SEG
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • TER
    • 7:00
  • QUA
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • QUI
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • SEX
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • SAB
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
  • DOM
    • 7:00
    • 8:30 *
    • 10:00 ***
    • 11:30
    • 16:00
    • 17:30
    • 19:00 **

* Missas de Catequese

** Missa de Jovem

*** Missa da Família

Veja a programação completa