HORÁRIO DAS MISSAS NA QUARTA-FEIRA DE CINZAS NA SÃO JOSÉ

A Quarta-feira de cinzas, marca na Igreja o início da Quaresma e o lançamento da Campanha da Fraternidade 2019.  Na Igreja São José, as celebrações acontecem nas missas das 7h, 8h30, 10h, 12h, 18h e 19h30.  Após a reflexão do Evangelho, os Missionários Redentoristas vão fazer o rito das cinzas, fazendo uma cruz sobre a cabeça das pessoas, simbolizando o compromisso da mudança de atitude através da caridade, da oração e do jejum.

Durante a imposição das cinzas, o padre expressa com as seguintes palavras “Convertei-vos e crede no Evangelho” e com a expressão “Lembra-te de que és pó e para o pó voltarás”, convidando a todos a refletirem sobre o dever da conversão, recordando a fragilidade da vida humana, sujeita à morte. Com a imposição das cinzas, inicia-se uma estação espiritual particularmente relevante para todo cristão que quer se preparar dignamente para viver o Mistério Pascal, quer dizer, a Paixão, Morte e Ressurreição do Senhor Jesus.

QUAL É O SENTIDO?

A intenção desse sacramental é levar-nos ao arrependimento dos pecados, marcando o início da Quaresma, é fazer-nos lembrar de que não podemos nos apegar a esta vida, achando que a felicidade plena possa ser construída aqui. É uma ilusão perigosa. A morada definitiva é o céu.

A maioria das pessoas, mesmo os cristãos, passa a vida lutando para “construir o Céu na Terra”. É um grande engano! Jamais construiremos o Céu na Terra, jamais a felicidade será perfeita no lugar que o pecado transformou num vale de lágrimas. Devemos, sim, lutar para deixar a vida na Terra cada vez melhor, mas sem a ilusão de que ficaremos sempre aqui.

Deus dispôs tudo de modo que nada fosse sem fim nesta vida. Qual seria o desígnio do Senhor nisso? A cada dia de nossa vida, temos de renovar uma série de procedimentos: dormir, tomar banho, alimentar-nos etc. Tudo é precário, nada é duradouro, tudo deve ser repetido todos os dias. A própria manutenção da vida depende do bater interminável do cora­ção e do respirar contínuo dos pulmões. Todo o organismo repete, sem cessar, suas operações para a vida se manter. Tudo é transitório, nada é eterno. Toda criança se tornará um dia adulta e, depois, idosa. Toda flor que se abre logo estará murcha; todo dia que nasce logo se esvai; e assim tudo passa, tudo é transitório.

TEMPO QUARESMAL

São três os gestos que humanizam e tornam a vida mais leve e com sentido; eles condensam o sentido da vida cristã. A vida é um abrir-se aos demais (esmola), um manter-se no mistério de Deus (oração) e ser capaz de ordenar e dirigir a própria existência (jejum).Trata-se de um “modo de proceder permanente.

ORAÇÃOoração em tempos de tecnologia e de rapidez parece algo sem sentido. No entanto, a oração ajuda a buscar sentido em todas as experiências, pois ela nos aproxima da simplicidade e da ternura. Ou seja, a oração torna o coração mais dócil, fazendo-nos mais humanos e, por isso, mais próximos de Deus. A oração molda o coração de acordo com o coração de Deus, ajudando cada um  a ser mais irmãos uns dos outros e reforça a certeza de que somos filhos e filhas amados(as) de Deus.

JEJUMo jejum humaniza, nos faz descer do pedestal e nos torna mais sensíveis e solidários; fazer jejum tem sentido quando brota da sensibilidade que evita o desperdício, o consumo desenfreado, o esbanjamento e o orgulho. Por isso jejuar pode ser um convite a ordenar a mente, a pacificar o coração, a serenar os olhos, a guardar a língua… Purificar a tendência ao imediatismo, ao falso moralismo, puritanismo e perfeccionismo

ESMOLAa palavra “esmola” soa mal. Dá ideia de resto, de poder de uns sobre o nada de outros. A esmola não se reduz a um gesto de ordem apenas material: ela manifesta um ato que indica o fazer-se companheiro de viagem de quantos se encontram em dificuldade, participando na sua situação, com ternura.
O sentido está em oferecer algo de si, importante, significativo. Tem a ver com abertura de coração, sensibilidade e olhos abertos. É resultado de uma atenção permanente e ativa, que vai ao encontro do outro, que toma iniciativa, que se comove. É um estímulo a superar o assistencialismo, que mantém as diferenças, sustenta a dependência e não promove a cidadania. Provoca-nos à solidariedade e ao espírito de compaixão, nos move ao serviço, à presença-qualidade, ao voluntariado, à prática do bem e da justiça.

Horário das Missas
  • SEG
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • TER
    • 7:00
  • QUA
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • QUI
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • SEX
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • SAB
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
  • DOM
    • 7:00
    • 8:30 *
    • 10:00 ***
    • 11:30
    • 16:00
    • 17:30
    • 19:00 **

* Missas de Catequese

** Missa de Jovem

*** Missa da Família

Veja a programação completa