ENVIO DOS NOVOS SERVOS 2017

DEUS QUER VOCÊ COMO SERVO

 

O PROJETO NOVOS SERVOS, da Igreja São José, está chegando ao seu final. O início foi no dia 20 de agosto, quando o Padre Nelson Antonio fez a palestra sobre o significado de “ser servo” na Igreja. Foram 6 encontros, sempre aos domingos, de 8h30 às 11h. Esteve presente também o Dr. Maurício, que com toda sua experiência e sabedoria ajudou os novos servos a refletirem sobre as exigências do chamado e as consequências do “sim”, dado a Deus.

ENVIO DOS NOVOS SERVOS

Neste próximo domingo, dia 1º de outubro, estaremos finalizando o projeto. Às 9h30, o Padre Nelson vai refletir sobre o serviço numa Igreja dinamizada pelos Missionários Redentoristas. Logo após, haverá um café comunitário de confraternização.

O envio missionário será feito na Missa das 11h30, na Igreja São José. Cerca de 50 novos servos vão fazer o compromisso de servir ao Reino de Deus em nossa Paróquia. Trata-se de uma decisão de engajamento nas pastorais e grupos da comunidade, colocando os dons a serviço de todos.

Louvado seja Deus pela perseverança desses Novos Servos 2017. Que ajudem a Igreja São José a ser missionária, anunciando a Palavra de Deus a todos, especialmente aos mais necessitados.

 

MAS, O QUE É SER SERVO?

Hoje a sociedade tem uma visão totalmente contraria à palavra de Deus, o egoísmo tomou conta da nossa sociedade. Tem um ditado popular, que as pessoas colocam em prática, que com certeza não veio do céu – ”Cada um por si e Deus por todos”. Mas a Palavra de Deus nos ensina que é dando que se recebe, e servindo que seremos servidos.

Hoje, a palavra “SERVO” talvez não tenha a mesma conotação que existia nos tempos de Jesus. Hoje a visão que temos é muito mais de empregado, mas para entendermos melhor vamos ver o que diz o dicionário sobre SERVO: “É aquele que não tem direitos, que não é livre, que presta serviços, pode se dizer que servo é o mesmo que escravo”. Para ser servo de deus precisamos:

1– ESTAR DISPOSTO A RENUNCIAR A PRÓPRIA VONTADE – Mt 16, 24-25 

O servo Não tem querer, ele sempre faz a vontade do seu Senhor, ele cuida do negócio do Senhor, passa a ser propriedade do Senhor. Na época de Jesus quando um escravo conseguia a sua liberdade, mas queria continuar a servir o seu dono voluntariamente, veja o que acontecia. Ex 21:5-6, ele se tornava voluntariamente um servo. Esta deve ser nossa atitude diante de Jesus.

2 – TER DISPONIBIDADE DE APRENDER E PERMANECER NAS MÃOS DO MESTRE – Pv 15,14, Pv 18,15, Pv 12,1 
O servo é aquele que gosta de aprender com o Mestre, pois a Bíblia fala que Ele tem as palavras de Vida Eterna, mais do que aprender deve ter disponibilidade de colocar em pratica aquilo que ele ensina, e fazer a vontade do seu Senhor. Na realidade temos como obrigação ter o caráter do nosso mestre. Cl 2:6-7. Esta união que o texto fala é estar tão ligado que não da para separar um do outro.

3 – RECONHECER QUE SEM ELE NADA PODEMOS FAZER 
A nossa dependência tem que ser somente do Senhor. Voltando para o contexto da época de Jesus, era do senhor que vinha toda provisão, sustento, o senhor que supria todas as necessidades do servo, em troca o servo tinha fidelidade, lealdade, compromisso e obediência ao seu senhor. Quando tomamos a decisão de ser servo do Senhor Jesus, temos que ter a certeza de que Ele vai cuidar de nós – Mt 6,24-34

4 – ESTAR DISPOSTO A FAZER A VONTADE DO MESTRE – Jo 5,30
O próprio Jesus não veio a este mundo para fazer a sua vontade mas a do Pai Celestial que o enviou. Nós como seus servos devemos fazer o mesmo, veja o que diz Gl 2:20. Quando falamos que Cristo vive em nós temos que ter a convicção de que crucificamos nossa vontade em favor de cumprir a vontade de Deus, e de que a Palavra de Deus diz que esta vontade é boa, perfeita e agradável, Rm 12:2. CL 3:1-3.

5 – ESTAR DISPOSTO A SERVIR O AMIGO E O “INIMIGO”. Mt 20,25-28 
O homem de hoje valoriza muito a posição, e status, mas o Mestre Jesus nos ensina a servir, pois aquele que quer ser importante e destacado, dever ser aquele que serve. Quando vemos no texto de Cl 2:5 que temos que ter o mesmo modo de pensar de Jesus, vimos que Ele, mesmo sendo mestre, serviu aos seus discípulos. Jo 13:1-5. É bom lembrar que mesmo sabendo que Judas ia traí-lo Jesus o serviu lavando seus pés.

CONCLUSÃO
Embora em nossa cultura não gostemos muito da palavra servo, é essa atitude de servir que agrada a Deus, que traz bênçãos aos irmãos, e cumpre o propósito do Senhor Jesus, pois Ele mesmo disse que veio para nos servir. O que Deus espera de cada salvo por Jesus é que assuma sua nova identidade, de ser um servo útil no Reino. Embora não seja fácil assumir essa nova identidade, nosso alvo é conseguir, e para isso precisamos crucificar nosso eu buscando maior comunhão com o Espírito Santo.

O mundo nos deixou uma mentalidade – a de empregado – de fazer coisas para ser recompensado. Porém o Senhor Jesus nos deixou algo ainda melhor – o espírito de Servo, fazer coisas para agradar ao Senhor, e abençoar aos irmãos, mesmo que não venhamos a receber nada em troca. O nosso Senhor merece qualquer esforço nosso para mudar esse tipo natural de pensamento

Horário das Missas
  • SEG
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • TER
    • 7:00
  • QUA
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • QUI
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • SEX
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • SAB
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
  • DOM
    • 7:00
    • 8:30 *
    • 10:00 ***
    • 11:30
    • 16:00
    • 17:30
    • 19:00 **

* Missas de Catequese

** Missa de Jovem

*** Missa da Família

Veja a programação completa