BEATIFICAÇÃO DE IRMÃ BENIGNA ENTRA EM NOVA FASE

Positio, uma espécie de dossiê com toda a documentação do processo, será analisada por um grupo de teólogos e religiosos

Começa uma nova fase rumo à beatificação de Maria da Conceição Santos, a Irmã Benigna Victima de Jesus (1907–1981). No futuro, se canonizada, ela será a primeira santa mineira do Brasil.

A Associação dos Amigos de Irmã Benigna (AmaiBen), que acompanha o processo, informou que agora será impressa a Positio, uma espécie de dossiê com toda a documentação coletada par o processo de beatificação, que se encontra na Fase Romana da Congregação das Causas dos Santos, no Vaticano.

“Após a impressão da Positio, ela será examinada por um grupo de teólogos que opinarão sobre a vida, as virtudes e a fama de santidade da Serva de Deus. Em seguida, uma Comissão de Cardeais e Bispos também irá opinar, e por fim, será apresentada ao Papa. Somente Sua Santidade o Papa decretará a virtude heroica da Serva de Deus, e, neste momento, ela será declarada Venerável”, explica a AmaiBen por meio de nota divulgada em seu site. Irmã Benigna nasceu em Diamantina no dia 16 de agosto de 1907. Ingressou na Congregação das Irmãs Auxiliares de Nossa Senhora da Piedade em 1935, onde prestou serviços e trabalhou como enfermeira em vários hospitais, asilos, creches, nas cidades mineiras de Itaúna, Lambari, Caeté, Sabará, Belo Horizonte e Lavras, onde passou os últimos anos de vida.

COMO É REALIZADA A BEATIFICAÇÃO?

» Os processos de beatificação podem ser longos e demorar quase cinco décadas, como ocorreu no caso do beato Padre Eustáquio (1890-1943), que era holandês, mas teve um trabalho pastoral e social importante em Minas, sendo beatificado em Belo Horizonte. No caso da Irmã Benigna, o trabalho está bem encaminhado, com muitas testemunhas.

» Tudo começa com a fama de santidade e virtude do candidato a beato, associada a um clamor da população. Com autorização do Vaticano, os processos começam cinco anos depois da morte do candidato a beato.

» Iniciada a tramitação – a pedido de uma congregação, diocese ou outra instituição ou ordem religiosa – o candidato a beato pode ser chamado de servo ou serva de Deus. É preciso haver um milagre comprovado, que a medicina não consiga explicar, além de declaração de graças alcançadas, entre outros.

» A primeira parte do processo de beatificação se dá em nível diocesano e só depois toda a documentação é enviada para Roma para análises, verificação de procedência e outros aspectos.

» Quanto termina o processo de beatificação, começa o de canonização (tornar-se santo), sendo necessária a comprovação de outro milagre.

www.em.com.br

Horário das Missas
  • SEG
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • TER
    • 7:00
  • QUA
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • QUI
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • SEX
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • SAB
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
  • DOM
    • 7:00
    • 8:30 *
    • 10:00 ***
    • 11:30
    • 16:00
    • 17:30
    • 19:00 **

* Missas de Catequese

** Missa de Jovem

*** Missa da Família

Veja a programação completa