26 DE JULHO – DIA DOS AVÓS

IGREJA SÃO JOSÉ CELEBRA SÃO JOAQUIM E SANT’ANA, PADROEIROS DOS AVÓS

 

No dia 26 de julho, a Igreja Católica celebra a memória de São Joaquim e Sant’Ana, pais da Virgem Maria e avós de Jesus. Em razão desta data, comemora-se também o Dia dos Avós. Neste dia, a Igreja São José expressa seu profundo carinho por todos os vovôs e vovós e reza por eles nas Missas das 7h, 8h,18h e 19h, com bênção especial. Todos estão convidados!

 

AVÓS: PAIS DUAS VEZES!

Nossos avós são as pessoas que mais devem ser valorizadas como símbolos de experiência e sabedoria

 O Dia dos Avós deve ser tempo propício para a reflexão e agradecimento àqueles que tanto contribuem para a formação dos netos, sendo sua companhia cada vez mais constante e necessária no cenário atual, onde tantos pais precisam trabalhar fora de casa.

O papel dos avós na família vai muito além dos mimos dados aos netos. São presença de carinho, proteção, orientação para as decisões. E, muitas vezes, eles são o suporte afetivo e financeiro de pais e filhos. Por isso, se diz que os avós são pais duas vezes.

As avós são também chamadas de “segunda mãe”, e os avôs, de “segundo pai”, e em muitas ocasiões estão ao lado, e mesmo à frente, da educação de seus netos, com sua sabedoria, experiência e com um sentimento maravilhoso de estar vivenciando os frutos de seu fruto, ou seja, a continuidade das gerações.

Comemorar o Dia dos Avós significa celebrar a experiência de vida, reconhecer o valor da sabedoria adquirida, não apenas nos livros, nem nas escolas, mas no convívio com as pessoas e com a própria natureza.

“Um povo que não protege os avós, um povo que não respeita os avós não tem futuro porque não tem memória, perdeu a memória” (Papa Francisco). Que estas palavras do Papa Francisco nos façam refletir a respeito do valor que damos aos nossos avós. Que Deus nos ilumine e fortaleça as nossas famílias pela intercessão de Sant’Ana e São Joaquim. Amém!

São Joaquim e Sant’Ana: os Padroeiros dos Avós

Em hebraico, Ana exprime “graça” e Joaquim equivale a “Javé prepara ou fortalece”.

Alguns escritos apócrifos narram a respeito da vida destes que foram os primeiros educadores da Virgem Santíssima. Também os Santos Padres e a Tradição testemunham que São Joaquim e Sant’Ana correspondem aos pais de Nossa Senhora. Sant’Ana teria nascido em Belém. São Joaquim na Galileia. Ambos eram estéreis. Mas, apesar de enfrentarem esta dificuldade, viviam uma vida de fé e de temor a Deus.

O Senhor então os abençoou com o nascimento da Virgem Maria e, também segundo uma antiga tradição, São Joaquim e Sant’Ana já eram de idade avançada quando receberam esta graça. A menina Maria foi levada mais tarde pelos pais Joaquim e Ana para o Templo, onde foi educada, ficando aí até ao tempo do noivado com São José.

A data do nascimento e morte de ambos não possuímos, mas sabemos que vivem no coração da Igreja e nesta são cultuados desde o século VI.

São Joaquim e Sant’Ana, rogai por nós!

 

 

 

Horário das Missas
  • SEG
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • TER
    • 7:00
  • QUA
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • QUI
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • SEX
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
    • 19:00
  • SAB
    • 7:00
    • 8:00
    • 18:00
  • DOM
    • 7:00
    • 8:30 *
    • 10:00 ***
    • 11:30
    • 16:00
    • 17:30
    • 19:00 **

* Missas de Catequese

** Missa de Jovem

*** Missa da Família

Veja a programação completa